sexta-feira, 16 de setembro de 2011

DOMINGO DE FLORES: hera

-




Tuas mãos, invadem-me,
como a hera que trepa segura,
pelo tronco da árvore,
feita de muitas primaveras,

Tuas mãos enrolam-se,
tuas mãos agarram-me,
eu deixo-me ficar,
assim, perdida no meio delas...

Colo-me em teu abraço,
aproveito o que me resta,
quando morta de cansaço
me entrego sem folgo,
e em teu corpo, de novo, me revelo...

Levo-te suspiros gritados,
nesta voz que se diz,
feita a dois tons,
de nossos corpos entrelaçados.

Quero que sejas a minha árvore.
Eu, sou a tua hera trepadeira.



Heradeira, hereira, aradeira, hedra, hera-dos-muros, trepadeira ou hera-trepadeira, são outros nomes comuns pelos quais é conhecida esta planta (Hera helix L.), uma trepadeira da família das Araliaceae e natural da Europa (Central e Ocidental).


Como boa trepadeira que é (com o caule a poder atingir os 30 m e ramos lenhosos, muito longos, delgados e flexíveis que se elevam), geralmente cresce apoiando-se noutras plantas, por meio de raízes laterais aéreas, sendo o seu habitat natural as sebes, muros e árvores, ou cobrindo o chão de matas em locais húmidos.



O pormenor paisagístico mais interessante nesta espécie é, sem dúvida alguma, as suas folhas, que são simples, persistentes, verde-escuras, brilhantes, coreáceas, alternas, lobuladas ou cordadas na fase juvenil a inteiras quando adultas.


Por seu lado, as inflorescências são pequenas umbelas esféricas com flores hermafroditas, amarelo-esverdeadas que florescem de Setembro a Outubro.



Apesar de trepadeira, não é uma espécie parasita, ficando ao critério de quem a usa ou vê, considerá-la como uma boa ornamental ou um "diabo" que detriora paredes e invade o solo ...


BOM DOMINGO DE FLORES PARA TODOS

-
Fotos: F.Reis(c)2010 e 2011
Locais: Bendafé, Chaves, Vila Nova e Vila Real
Texto: adaptado de WIKIPEDIA
Poema: "Tuas Mãos" de Beatriz Barroso cit. in LUSO-POEMAS

Nota:. nestas imagens percebe-se de onde saiu e a que pertence a MACROvegetal do post anterior.

-

4 comentários:

lis disse...

Oi Fernando
Resolvida a charada hiper díficil ( a folha é dessa hera-dos-muros )
nao descobriria nunca rs
Bonita de se ver embora dessa espécie se adequa mais em matas e fazendas pela tamanho de suas folhas .
Conheço algumas que enfeitam muros e são mais delicadas.
Nem sempre são bem aceitas por deixar umidade e pela invasão bem rápida e descordenada.
Não é atoa que também chamamos de parasita pessoas que vive apoiando-se em outras , sem desconfiômetro rsrs sem pedir permissão rs invadindo invadindo ...
Bom sábado, bom domingo
meu abraço

João Menéres disse...

Muito interessante, FERNANDO.

Um abraço.

mfc disse...

Um poema lindo e uma lição perfeita!
Fiquei a saber muito mais.

Fernando Reis disse...

Obrigado aos 3 pelos comentários!

E já repararam no aracnídeo da última foto, que quis ser estrela também?


Um Abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OS 7 MAIS LIDOS