sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

POR ELA ACIMA ...

-





A minha Alma, fugiu pela Torre Eiffel acima,
- A verdade é esta, não nos criemos mais ilusões
- Fugiu, mas foi apanhada pela antena da TSF
Que a transmitiu pelo infinito em ondas hertzianas…
(Em todo o caso que belo fim para a minha Alma)!...


-
Foto: @2011
Local: Paris, Torre Eiffel
Poema: "A Minha Alma, Fugiu Pela Torre Eiffel Acima" de Mário de Sá-Carneiro no Blogue INSÓNIA de Henrique Fialho

-

4 comentários:

Sara disse...

Andei por lá há pouco tempo, mas não subi. O corpo sofre de vertigens. A alma também, tantas vezes :)

Um abraço e um bom fim de semana!

João Menéres disse...

Já lá jantei, claro...
Não sofro de vertigens!

Magnífico, como sempre, o Mário S-C !

Um abraço.

Luísa disse...

E que bem que fugiu....Beijinhos!

Fernando Reis disse...

SARA: sábias palavras ... e o desejo é recíproco: um muito bom fim-de-semana e um abraço.

JOÃO: fosse o que fosse que se comesse seria sempre uma experiência inolvidável, quanto mais não seja pela vista que deve ser magnífica, de facto ... quanto ao sr. Carneiro, é dos bons, sim senhor.

LUÍSA: concordo completamente (obrigado pelo comentário)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OS 7 MAIS LIDOS