quarta-feira, 16 de março de 2011

POTES E MEL

-





Adoro sentir teu olhar
Levando-me contigo
Aos lugares mais ternos de teu ser
Pela luz neles refletidos
Viajo no interior de teu pensamento
Sentindo teus desejos estremecer



A profundidade que soterra
Floresce, como petunias
Quem a teus olhos ver
Brilham como arco iris
Com potes de ouro e mel
Saciando a fome de meu viver





-
Fotos: F.Reis(c)2011
Local: Núcleo/Sede do Ecomuseu de Barroso - Espaço Padre Fontes, em Fevereiro de 2011
Poema: "Potes de Ouro e Mel" de Wando Rosa no sítio POEMAS DE AMOR
-

2 comentários:

Lis disse...

Fernando
... não há sabor igual ao de mel.
imagina só - o néctar das flores ,uma produção de abelhas que armazena em favos .Inigualável!
dos deuses , eu me lembuzo rsrs
e os potes estão lindos, já tive um meio parecido , que como tudo que é frágil quebrou-se!
Juízo Fernando nada de exagerar no mel rs
obrigada pelo elogio.
fico feliz.
abraços

Montse disse...

Linda exposición de potes de miel. La miel de romero es la que más me gusta ¡Ummm, riquísima! y un producto lleno de nutrientes excelentes para la salud.

Un abrazo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OS 7 MAIS LIDOS