sexta-feira, 13 de julho de 2012

Ausência!, minha doce fuga!


Subi serras, escalei montes
parei para escutar
as melodias das fontes
só para te abraçar.





-
texto: excerto do poema "Subi serras" de POEMAS E CONTOS cit. in http://mariagonamd.blogspot.pt/

3 comentários:

Fernando Reis disse...

Mesmo com um poema que não lhes é dedicado, refiro estes versos que poderei sempre aplicar ás serras do Marão e do Alvão e, mais recentemente, ao magnífico vale da Campeã.

lis disse...

Nossas serras,vales e montanhas bem merecem louvor!
Deveriam ser intocáveis .
Faço coro com o poema.
fica bem Fernando
deixo um abraço

mfc disse...

A largueza linda das vistas serranas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OS 7 MAIS LIDOS