domingo, 28 de outubro de 2012

DOMINGO DE FLORES: borragem

 
- meninas, qual é vossa graça?
E por que me viram as costas?
Não gostam de ver quem passa
ou hoje estão maldispostas?

Que lindas são, mesmo assim,
de rosto voltado para o chão.
Será por causa de mim
ou problema de educação ?

Ponderem, não custa nada.
O Sol está radioso e quente,
embora, mande a verdade,
não nasceu para toda a gente.
 
 
 
 
Erva-da-coragem-e-da alegria, borago ou borragem-comum são os outros nomes comuns pela qual é conhecida a Borrago officinallis L., uma planta da família das Boraginaceae, que cresce até 50 cm de altura, originária do Sul e Oeste da Europa e Região Mediterrânica, subespotânea noutros pontos - especialmente no centro e Este da Europa (no Brasil, por exemplo, adapta-se melhor ás regiões montanhosas e ao sul do país, em praticamente todos os tipos de solos).


 
Trata-se de um Terófito, uma planta anual e rústica, que se propaga por sementes e que atinge de 30 à 75cm de altura e que tem por habitat preferencial os terrenos cultivados, os incultos e o ruderal (ver a mesma fonte).


As folhas são rugosas e toda a planta é coberta por uma camada de penugem dura e esbranquiçada.



 
A época de floração pode ir, nas melhores condições, de Janeiro a Outubro e as flores (grandes, de cor azul ou rosadas) apresentam-se em cachos, na extremidade do caule, tipicamente decumbentes, com a corola voltada para baixo. Como se pode observar nas imagens, este aspecto, só por si, confere a esta planta um aspecto paisagístico muito interessante.


Pode ser cultivada em vasos ou em canteiros (bem cercados) com boa exposição solar, entre roseiras e morangueiros.


Curiosidades:

- "Borrach", em celta, significa "bravura" sendo talvez por isso mesmo designada como a erva da coragem e da alegria e alguns autores defendem igualmente que as suas delicadas flores, têm o dom de confortar o coração, afastar a melancolia e trazer contentamento e felicidade.
Os antigos mestres da pintura inspiravam-se na sua flor azul puro (as vezes cor-de-rosa ou branca) para pintar a túnica de Nossa Senhora.
Como estimulante da coragem e bravura, os cruzados antes de suas partidas, bebiam um copo de vinho com flores de Borragem.
Diz-se ainda que as folhas (usadas sob a forma de cataplasmas), são emolientes (anti-inflamatórias locais), podendo servir igualmente como condimento para saladas ou bebidas de verão dando-lhes um toque refrescante.



... enfim, um sem-número de aplicações e potencialidades para uma planta raramente cultivada entre nós. Termino com um poema, que lembra um dos aspectos mais curiosos desta planta ...



UM EXCELENTE DOMINGO FLORIDO PARA TODOS!

-
Fotos: F.Reis(c)2012
Local: Bendafé
Poema: "envergonhadas?", inédito de João de Sousa Teixeira in corpodepoema.blogspot.pt

1 comentário:

Fernando Reis disse...

Acertou em cheio a Montsé!

Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OS 7 MAIS LIDOS