quarta-feira, 4 de junho de 2014

IR

Se eu fosse outra pessoa, fazia-lhes, a todos, a vontade.
Assim, como sou, tenham paciência!
Vão para o diabo sem mim,
Ou deixem-me ir sozinho para o diabo!
Para que havemos de ir juntos?

Poema Lisbon Revisited de Álvaro de Campos cit. in http://www.revista.agulha.nom.br/facam15.html

As fotos foram tiradas no Mercado Municipal de Condeixa-a-Nova. O que me importou foi o pensar nesse fenómeno que é o ir . . . nem sempre sabendo para onde. Fiz um cento de fotos de pés a caminhar e diverti-me imenso com isso. E pensei em ir. Talvez um dia.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OS 7 MAIS LIDOS