sexta-feira, 17 de setembro de 2010

MÁSCARAS.2

-
Quem de nós tem a coragem
de aceitar a sua imagem,
aquela imagem sem graça,
sem rasgos, imagem baça
que o espelho teima em reflectir?
(*)






-
(*) "A Máscara", poema de Helena Guimarães (ver poema completo)
-

3 comentários:

Sara disse...

Vi algumas fantásticas por esses lados, no Ecomuseu do Barroso, em Montalegre.
Creio que em relação ao espelho, talvez valha mais a pena o esforço de aceitação ou o desafio da mudança, que o uso de máscaras perante nós próprios. O auto-engano pode pagar-se caro...

E depois da conversa séria, os votos de um fim-de-semana!

Fernando Reis disse...

Sara: bem-vindas! Á pessoa e á conversa séria. Concordo com a análise e principalmente com a conclusão ... (para a semana há mais ...)

BOM fim-de-semana!

lis disse...

Bonitas (?) rs máscaras Fernando só nao é muito bom fixar o olhar a noite, na hora do sono rs
de fato, são muito bem feitas , diferenttes das normais.
Voltei também pra te dizer que nao consegui resgatar o gmail e sem tempom pra criar um novo. Assim que consiga te mando,ok?
abraços abraços

Ah e hoje preparando minha participação no BlogGincana precisei muito de uma fotinha sua , revirei seu blog todo e só encontrei mesmo a caricatura que substituiste à anterior.
É segredo rss
mas vc verá assim mesmo, pq não há mais tempo .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OS 7 MAIS LIDOS